Volume 3
Número 5

20 de dezembro de 2006
 
 * Edição atual    
Documento sem título

          Uma revista eletrônica sobre história da ciência

         Já está no ar a Circumscribere (International Journal for the History of Science) a primeira revista eletrônica brasileira especializada em história da ciência. Editada pelo Centro Simão Mathias de Estudos em História da Ciência da PUC/SP, a revista tem acesso livre e seu objetivo é contribuir para a divulgação de pesquisas originais e específicas nesse área realizadas no Brasil ou no exterior.

         Segundo Sílvia Waisse Priven, uma das editoras da publicação, a Circumcribere complementa a Biblioteca Virtual do Setor de Documentação Multimídia criada em 1999 e que já reúne cerca de 22 mil títulos, entre obras originais e manuscritos significativos, da história da ciência.

         A opção pela internet, para ela, deveu-se à própria especificidade da história da ciência: A singularidade do tema pedia que não limitássemos o tamanho dos artigos, o que não seria possível numa edição impressa." Além disso, explica ela, a maior parte das pesquisas na área é hoje feita pela internet.

         A política editorial da nova revista eletrônica está explícita no seu site:

         "Circumscribere é um periódico aberto a contribuições variadas em História da Ciência com o objetivo de divulgar pesquisas originais, específicas da área, realizadas tanto no Brasil quanto no exterior. As contribuições podem ser apresentadas em português, espanhol, inglês e francês, preferencialmente, em dois ou mais destes idiomas.

         Devido à singularidade da História da Ciência, não se aplicarão às contribuições limites de espaço a priori.

         Todas as contribuições recebidas, que estejam de acordo com a política editorial da revista, serão encaminhadas ao Conselho de Consultores para consideração de seu mérito. Para tanto, serão indicados revisores de conhecida competência no que diz respeito ao tema abordado, deixando claro que o anonimato será garantido em todo o processo de avaliação.

         Os trabalhos aceitos serão publicados de acordo com a composição que os Editores decidirem para cada número particular. Os trabalhos recusados serão devolvidos aos autores."

         O endereço da revista, que está abrigada na Incubadora de Conteúdos Digitais da Fapesp, é: http://circumscribere.incubadora.fapesp.br/portal.

         Vida eterna à Circumcribere, uma fonte indispensável para todos nós.

          As novidades da Agência Gestão C &T de Notícias (ABIPTI) para 2007

          Criada em 2006, com o objetivo de potencializar os produtos tradicionais da Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica (ABIPTI), a Agência Gestão C & T de Notícias está planejando dar mais um grande passo este ano, com a criação de um Conselho Consultivo, a edição de um Manual de Redação e a produção de materiais customizados (publicações ou documentos por exemplo) demandados por clientes ou associados.

          Em 2006, a equipe da Agência produziu e publicou mais de 2.200 matérias, distribuídas em 114 edições (considerando-se o período de janeiro a 8 de dezembro) e realizou algumas ações especiais, como o lançamento da edição comemorativa dos 5 anos do Gestão C & T e a produção de matérias para o tablóide da Semana Nacional de C & T publicado pelo MCT em parceria com a SBPC. Algumas seções novas foram incorporadas ao Gestão C & T on line e incrementou-se, no Informe ABIPTI, a divulgação de realizações e fatos dos associados.

          O site da ABIPTI é uma fonte importante de informações para pesquisadores, profissionais em geral e particularmente para jornalistas que atuam em ciência e tecnologia. Ela tem editado livros e documentos que são referência na área, inclusive a obra de Bernardo Esteves - Domingo é dia de ciência. Vale a pena dar uma navegada por ela e conhecer o trabalho competente que os colegas da ABIPTI andam realizando.

          Em São Paulo, faltam professores de ciências. Dá para acreditar?

         O dado é estarrecedor: segundo pesquisa feita pelo Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de São Paulo (Apeoesp), 70,7% das escolas estaduais ficaram sem professores na sala de aula em 2006. As disciplinas de Matemática , Química e Física figuram entre as 6 primeiras neste ranking de exclusão educacional, sinalizando para uma situação que vem se agravando há anos e que, certamente, levará a educação brasileira ao caos nos próximos anos.

         Os prejuízos decorrentes desta realidade são evidentes: a maioria dos alunos matriculados em escolas paulistas está concluindo o ensino médio sem ter tido acesso a conteúdos fundamentais para sua formação.

         Os motivos alegados para essa lacuna educacional são a falta de especialistas para assumir as disciplinas específicas e o afastamento de professores por problemas de saúde.

         Em tempo de PAC - Programa de Aceleração do Crescimento, soa contraditória esta realidade dramática, sobretudo se levarmos em conta de que estamos nos referindo a estatísticas do Estado mais rico da Federação.

         Um país que não investe em educação certamente não está pronto para crescer, a não ser que o crescimento pretendido seja apenas aquele que favorece os grandes grupos empresariais. País que não faz a lição de casa não pode ter a pretensão de participar do grupo seleto de nações desenvolvidas.

         Para os jornalistas científicos, a tristeza da constatação: o analfabetismo científico só tende a aumentar e, portanto, os desafios de divulgar ciência e tecnologia serão cada vez maiores.

 

 
Imprimir   Enviar para um amigo